Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2010

Quinta-feira, 30.12.10

Que ano... Experiências novas, muitas... Ano de mudança, de felicidade extrema, de tristeza... De arrependimento. Sem dúvida um ano para recordar sempre... Sempre, mesmo. Ricas férias... Sudoeste, Berlenga... Fátima a Pé com as melhores pessoas do mundo. Futebol, Taça de Promoção... Festas nas terrinhas, apanha da pêra... Ele. Uma experiência. Concerto dos U2. Concerto dos 30Seconds To Mars. Jamor. Noites no Baleal. Rodanov. Paixões, ilusões e desilusões. Futsal, St'ellas. 12º FINISH!

ETC.

 

Um ano para  recordar...  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 04:18

...

Domingo, 26.12.10

Avó, muita saúde para ti...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 01:25

...

Domingo, 19.12.10

"..." ♥

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 21:54

30STM

Sábado, 18.12.10

 

Porquê esta foto...? Se, no meio de tantas outras fantásticas, esta nem se compara?

Pois bem... Acordar às 5h da manhã de Quinta-Feira para apanhar metro e comboio e às 7h estar à porta do Pavilhão Atlântico é qualquer coisa...

Frio... Frio... Frio...Sono... E mais frio... Frio... FRIO! Já disse frio? Mas não era um frio qualquer... Era assim algo de extraordinário. Bem, às 9h lá abriu o Vasco da Gama, comprámos mantinhas... Ricas mantas, salvaram-me o dia, para além da banda, claro! E pronto, o dia caracterizou-se por isso -frio-, conversas, tentativas de um belo sono, risos, fotos... Até à hora chegada! Perto das 19h, finalmente, abriram as portas! Correr para a plateia... Pertíssimo das grades... Pessoal a apertar, calor a crescer... Calor humano. Mas bem, fiquei mesmo com calor. Mas daquele calor que sim, também é algo de extraordinário porque suei mais que num jogo de futebol (agora vocês pensam: ya nem corres! Mas é mentira... O calor era imenso). Banda de abertura... Bela m****, mas já estava à espera. 30Seconds To Mars, a 'pura' da loucura! Foi bom, bom, bom até dizer chega. Já não sei onde ia buscar voz, fôlego e força para saltar. Sim, as 3 coisas ao mesmo tempo é de mestre! A banda e a companhia tornaram aquela noite mais que perfeita, apesar das dores nos pés, da fome e sede. Apesar dos encontrões e do moche.

Foi a 2ª vez que os vi, certas coisas já esperava, mas outras... Superou completamente as expectativas. Serviu para esquecer uma única hora de sono que tinha antes de ir para a fila; para esquecer tudo...

Foi uma experiência brutal. Sim, o frio foi muito, muito mau... De cortar à faca. Pá, mas o concerto foi.... Foi tudo! A repetir. Para a próxima durmo à porta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 00:40

...

Quarta-feira, 15.12.10

Talvez um dia me digas porquê...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 03:06

É isto mesmo.

Terça-feira, 14.12.10

Faz parte ser um pouco perdido, faz parte começar outra vez...

 

E toda a gente tinha razão, não quis aceitar. A razão que eu defendia deixou de ser razão, pois não tive pretextos para a manter, pelo contrário... Faz parte, também, errar e aceitar que errámos. Eu errei... E de que maneira. Estou a aprender algo que escusava de aprender e viver. Vejo a minha vida reflectida num prédio de muitos andares... Até há pouco tempo andava a subir escadas, muitas escadas. Pensava eu que ia continuá-las... Agora dou por mim nuns andares mais abaixo. Desci escadas, pensado que estava a subi-las, pois não me estava a magoar. Neste momento, dou conta que não as desci. Simplesmente caí por elas abaixo... E magoei-me. Consequentemente, por me ter magoado, preocupei os que mais gostam de mim. Agora, mesmo magoada, essas pessoas magoam-me ainda mais para que eu perceba, também, o quanto as magoei por ter caído... Pois eu não caí sem querer... Fui eu que quis cair. Parte de mim levantar-me e conseguir começar, outra vez, a voltar a subir as escadas que já podiam estar mais que concluídas. Por último, resta-me dizer que essas tais pessoas que eu magoei e me magoaram não me levantarão do chão para recomeçar a subir os degraus... Estarão, sim, durante os mesmos para me ajudar no que for preciso... E, por isso, são as últimas pessoas com quem eu me poderia chatear por me terem magoado com a verdade. Até hoje, talvez devido ao meu orgulho que me cegou, pensei que tinha razões para estar magoada com elas. Magoada, apenas. Era mentira. Apenas estou eu magoada, fui a única que caí. A única pessoa a quem tenho que pedir perdão é a mim mesma, pois a minha vida sou eu que a construo e as consequências que sofro são em prol dos meus actos.

Nunca é tarde demais para recomeçar. Seria sim, tarde demais se eu continuasse a cair pelo prédio abaixo sem dar conta disso e, depois, não conseguir subi-lo por estar ainda mais magoada com o aumento da queda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 00:58





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





comentários recentes

  • vibradores

    Eu gosto de seu blog

  • Hugo Legue (leki leki)

    Querida!!! opa...nao lido muito bem com elogios......

  • Vladmiro

    É um artigo muito bom vai fazer bem a juven...

  • Anónimo

    Olá miúda,Afinal também estás atenta e presente! A...

  • themelodyofwriting

    Oh babe, sabes bem que gostei do que escreveste. A...

  • Joana

    É verdade sim senhora amiga escritora! ;) isto é u...

  • Joana

    Entao tens de tirar um fim de semana da tua agente...

  • themelodyofwriting

    ADORAVAAAAAAAAAAAAAAAAAAA JOANA!!!!!

  • Joana

    Andar a cavalo?? Oh babe nao seja por isso eu levo...

  • Anónimo

    Minha querida, a vida são umas férias que a morte ...




subscrever feeds