Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Razões

Quarta-feira, 09.02.11

Porque é o que eu amo fazer. É o que me preenche e ninguém é mais que eu para me dizer que não. Que não pode ser isto, que não deve ser. Preenche-me tanto, mas tanto que é difícil de alguém imaginar. Só eu sinto, à minha maneira, com a intensidade que eu dou. E sei, também, que se somos realmente bons em algo, conseguimos chegar longe. Nada é impossível e sei que não estou muito longe de conseguir atingir o que quero. Como me disse uma vez um tio meu, num envelope que me deu, ' Só o querer é meio caminho andado.' E, de facto, é. Não é só dizer 'olha quero muito isto.' Não... Assim não. É preciso querer ir mais longe. 'Fogo, tenho que conseguir, só tenho esta vida para conseguir!" É o que tenho feito. Vou-vos descrever, se conseguir, a minha sensação de quando comprei a minha viola... Aliás, comprou-me o meu pai. Eu olhei para ela e pensei 'Quero-a!!' Epá e sabem quando o pai está naquela... "Levo? Se calhar não por isto e aquilo..." E eu com um sorriso rasgado de orelha a orelha tipo...'LEVA POR FAVOR!!'... Uma criança com um brinquedo novo... Exactamente assim, mas de uma felicidade que não se consegue explicar... Pá, simplesmente porque é aquilo. " Oh meu Deus, fica assim por uma viola.." Ya, os drogados ficam assim quando têm muita droga... São cenas que nos preenchem... E agora com aulas de canto.. 'VOU TER AULAS DE CANTO!!' Epá, outro sorriso rasgado... E já vou com duas aulas. Passo a semana a esperar que chegue Quinta-Feira à hora da aula... E passa a correr. É tão, tão sei lá... Supero-me, supreendo-me, se me supreendo... Eu sou uma pessoa muito, muito auto-crítica... O bom para mim nunca é bom o suficiente. Nunca... Acho que nunca irá ser. E nas aulas oiço a minha voz diferente... A minha voz à mesma, mas potente... Potente como nunca imaginei e ninguém consegue imaginar. Só eu e o prof. E porque é que isto tudo me faz tão feliz? É uma coisa que vivo, vivo muito, preenche-me e tudo mais que possam imaginar... Mas, principalmente, porque sei que sou boa o suficiente. E suficiente a uma escala bem grande... Podem-me chamar convencida, o que quiserem. Nada do que me possam dizer me deita abaixo, nisto não. Não na música. Não me podem dizer que não canto bem, porque sei que canto. Sou realista. Não meto vídeos no youtube, lá está, pela razão da minha auto-crítica... Nunca chego ao meu 'bom o suficiente'... As outras pessoas podem achar que sim, uau, mas eu não. Quem sabe, um dia. E não há nada na vida em que eu me sinta mais assim, nem no futebol, nem futsal... Epá, é música. Não que só seja boa nisso, porque sei que tenho muito valor em outras muitas coisas... Mas isto... É qualquer coisa. Música não se ouve... 'Gosto bué de ouvir música.' Epá não... Sente-se. A música sente-se, vive-se. Epá e eu era a pessoa mais feliz do Mundo no dia quem que pudesse viver às custas da música. Impossível não é e há muita coisa que posso juntar a isso... Muita coisa, mesmo... E aí ainda se torna menos impossível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 01:54








comentários recentes

  • vibradores

    Eu gosto de seu blog

  • Hugo Legue (leki leki)

    Querida!!! opa...nao lido muito bem com elogios......

  • Vladmiro

    É um artigo muito bom vai fazer bem a juven...

  • Anónimo

    Olá miúda,Afinal também estás atenta e presente! A...

  • themelodyofwriting

    Oh babe, sabes bem que gostei do que escreveste. A...

  • Joana

    É verdade sim senhora amiga escritora! ;) isto é u...

  • Joana

    Entao tens de tirar um fim de semana da tua agente...

  • themelodyofwriting

    ADORAVAAAAAAAAAAAAAAAAAAA JOANA!!!!!

  • Joana

    Andar a cavalo?? Oh babe nao seja por isso eu levo...

  • Anónimo

    Minha querida, a vida são umas férias que a morte ...