Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



12.Maio.2012

Domingo, 13.05.12

12 de Maio não é apenas mais um dia... Era o teu aniversário. É o dia que marca 8 meses, desde a tua partida. E tudo em que só consigo pensar é no dia de há 8 meses atrás. 

12 de Setembro, Segunda-Feira, a minha última manhã na ilha da Berlenga. Só já restava eu, a Ian, duas guitarras, duas tendas e pouco mais. Acordei por volta das 9h30, com a claridade e com o calor, aliás, como acordava todas as manhãs na ilha. Peguei no telemóvel para ver se tinha algo (primeiro para consultar as horas)... Como a rede é muito escassa em certos pontos da ilha, pensava que as duas mensagens que lá tinha eram de avisos de chamadas perdidas. Uma delas era. Mas não foi a primeira que eu li. Essa era da minha mãe e dizia: A Peggy morreu... Tudo me passou pela cabeça quando li aquelas palavras. Primeiro, acreditava mas não entendia; segundo, a minha mãe nunca me tinha mandado uma mensagem escrita. E, por fim, ainda pensei: como reagir a isto? Tudo isto pensei eu com a mensagem aberta e com o telemóvel na mão. Depois disto, da notícia, acordei a Ian, saí da tenda e fui-me sentar perto das escadas que dão para a praia. A Ian deu-me tempo e depois então foi sentar-se comigo. A manhã continuou linda, com o sol a brilhar e o calor a apertar. Só conseguimos ir para terra ao fim da tarde. Pensei que o dia fosse muito difícil de suportar por toda a dor que estava a sentir. Felizmente, proporcionaram-se momentos em que consegui 'esquecer' um bocadinho o que mais me estava a deixar triste. As razões disso estavam na companhia... E na energia e magia daquela ilha. 

A partir deste dia nasceu mais uma estrela no céu. Tu avó. Anseio a minha próxima ida a esta ilha; anseio a próxima noite que lá irei admirar o céu, como faço habitualmente quando lá estou, pois estás lá tu agora... No céu mais bonito que já vi em toda a minha vida. E tenho a certeza que não há igual. Não é há muito tempo que vou acampar para a Berlenga, mas esta já tem um significado enorme para mim. Por tudo o que já lá passei mas, acima de tudo, por este dia. Ninguém tem que entender isto, pois tudo na nossa vida tem a importância que cada um de nós dá. O que sinto pelo sítio e quando lá estou é quase indescritível. 

 

Tenho muitas saudades tuas, muitas mesmo. Mas, quando penso em ti nos dias de hoje, sinto-me bem e feliz por ter tido a oportunidade de ter momentos; beijos; abraços; mimos; conversas contigo e muito mais. Obrigada por me teres dado lições para a vida. Sem querer, fizeste isso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por themelodyofwriting às 04:54





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





comentários recentes

  • vibradores

    Eu gosto de seu blog

  • Hugo Legue (leki leki)

    Querida!!! opa...nao lido muito bem com elogios......

  • Vladmiro

    É um artigo muito bom vai fazer bem a juven...

  • Anónimo

    Olá miúda,Afinal também estás atenta e presente! A...

  • themelodyofwriting

    Oh babe, sabes bem que gostei do que escreveste. A...

  • Joana

    É verdade sim senhora amiga escritora! ;) isto é u...

  • Joana

    Entao tens de tirar um fim de semana da tua agente...

  • themelodyofwriting

    ADORAVAAAAAAAAAAAAAAAAAAA JOANA!!!!!

  • Joana

    Andar a cavalo?? Oh babe nao seja por isso eu levo...

  • Anónimo

    Minha querida, a vida são umas férias que a morte ...